Arquivo da categoria: NOTÍCIAS DE CAMPO MAIOR – PIAUÍ

Entidades preparam mobilização nacional pela união civil de casais homossexuais

Dia 20 de junho, mais de 200 organizações promoverão uma campanha pelo casamento civil de casais homossexuais.

Brasília – No dia 20 de junho, mais de 200 organizações promoverão uma campanha pelo casamento civil de casais homossexuais. Hoje só é permitido que pessoas do mesmo sexo formalizarem em cartório, por meio de uma escritura, a situação de união. Isso funciona como um contrato. A ideia é que os casais procurem cartórios de todo o país no mesmo dia para pedirem a legalização do casamento civil.

“Queremos mostrar que existe essa discriminação, estamos mobilizando as entidades para que os casais procurem os cartórios e recebam um não”, explica o presidente da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT), Toni Reis. “As pessoas estão casadas, vivendo juntas e não podem usufruir da proteção do Estado”, completa.

Para Reis, o registro de união estável é uma “cidadania pela metade”, uma vez que o estado civil dos membros do casal continua inalterado e alguns benefícios não são reconhecidos, como o direito à herança em caso de morte do cônjuge.

Tramitam no Congresso Nacional diversos projetos de lei para legalizar a união entre pessoas do mesmo sexo. Entre as propostas estão uma apresentada em 1995 pela então deputada federal e hoje senadora Marta Suplicy (PT-SP) e uma de autoria do ex-deputado Clodovil Hernandes, que morreu há dois anos depois de sofrer um acidente vascular cerebral (AVC). Para o presidente do Instituto Brasileiro de Direito da Família, Rodrigo da Cunha Pereira, o Legislativo é o mais atrasado entre os Três Poderes no reconhecimento dos direitos da população LGBT.

O principal argumento para o não reconhecimento da união de pessoas do mesmo sexo é que a Constituição Federal fala em “união estável entre o homem e a mulher como entidade familiar” e, portanto, o casamento entre pessoas do mesmo sexo seria inconstitucional. “Mas a união de um homem e uma mulher é uma das formas de família, existem várias outras. Ninguém nega por exemplo que dois irmãos que moram juntos, ou um avó que vive com o neto, sejam uma família. Esse impedimento é simplesmente por uma questão moralista”, argumenta Pereira.

Especialista em direito homoafetivo, ele recomenda aos casais homossexuais que procurem os cartórios para para fazer a escritura que registra a união. Segundo Pereira, quase todos os direitos garantidos a um casal heterossexual podem ser garantidos com esse documento. Mas, para o presidente da ABGLT, os direitos da população só serão plenos quando o casamento civil for permitido. Casado há 21 anos com um inglês, ele explica que o não reconhecimento da união dificulta várias questões de ordem prática.

“A gente foi ser sócio de um clube e não foi permitido porque o dependente só poderia ser um cônjuge. Mas nós somos casados”, lamenta. Ele cita que há dificuldades de constituir renda para obter um empréstimo ou alugar um imóvel, por exemplo.

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve julgar em breve uma ação direta de inconstitucionalidade (Adin) sobre o tema. O relatório do ministro Carlos Ayres Britto já está pronto para ir a plenário. Para Pereira, se a decisão for favorável, isso será “um passo importantíssimo” porque pode estimular o Legislativo a avançar na discussão.

“Até pouco tempo atrás o direito de família não reconhecia filhos fora do casamento. Nesse mesmo processo histórico, mais dia ou menos dia o Legislativo vai ter que reconhecer o casamento entre pessoas do mesmo sexo”, afirma. Na América Latina, a Argentina permite o casamento gay desde o ano passado.
Fonte: Repórter da Agência Brasil/Amanda Cieglinski

Edição: Juliana Andrade

Post: Sebastião Silva Neto

PIRIPIRI – PI – Família Queiroz doa alimentos a famílias de Piripiri

foto: Moisés Lopes

 

Há 25 anos o gesto faz parte do calendário de muitas famílias humildes da cidade

Pessoas de bairros da cidade e de comunidades da zona rural já haviam feito um cadastro para estarem recebendo a cesta com alimentos. Mais de duas mil famílias foram beneficiadas.

Para dona Maria Auxiliadora, 49 anos, “é uma maravilha. Graças a Deus tem essa ajuda lá pra casa“, disse a moradora do bairro floresta, nos revelando que todos os anos, na semana santa e no natal, recebe doação de alimentos da família Queiroz.

Há 25 anos a família do vereador Murieel Queiroz realiza doação de alimentos à comunidade, fazendo parte do calendário de muitas famílias humildes da cidade de Piripiri.

Fonte: Piripirireporter.com

Post: Sebastião Silva Neto

E-mail: diariodenotícias@yahoo.com

Dilma está entre as 100 pessoas mais influentes do mundo, segundo a Time

foto: Wilson Dias/ABr

A presidenta Dilma Rousseff foi incluída na lista das 100 pessoas mais influentes do ano pela revista norte-americana Time ao lado de personalidades como artistas, políticos, pesquisadores e ativistas. O texto de apresentação sobre a presidenta Dilma foi escrito pela ex-presidenta do Chile e hoje diretora executiva da ONU Mulheres, Michelle Bachelet.

 
“Não é fácil ser a primeira mulher a governar o seu país. Além da honra que isso significa, ainda existem preconceitos e estereótipos para enfrentar”, destaca Bachelet em seu texto. Ela disse também que o desafio de governar aumenta a partir do momento em que Dilma Rousseff é a responsável pela condução política e econômica de um país emergente.
Segundo Michelle Bachelet, quando as sociedades começam “a ver a luz do desenvolvimento no final do túnel”, cria-se uma onda de otimismo e entusiasmo nos cidadãos. “Mas os desafios se tornam mais complexos e os cidadãos, mais exigentes. É ainda mais difícil governar um país tão grande e globalmente relevante como o Brasil”, acrescentou a ex-presidenta do Chile.
Entre as 100 personalidades da lista estão a chanceler da Alemanha, Angela Merkel; o fundador do site WikiLeaks, Julian Assange; o presidente e a primeira-dama dos Estados Unidos, Barack e Michelle Obama, e até o cantor adolescente Justin Bieber.
 
Fonte: Agência Brasil
 
Post: Sebastião Silva Neto
 

PIRIPIRI – PI – Jovem do bairro Floresta diz que foi torturado pela polícia. É a segunda denúncia do tipo nesta semana

Foto: Moisés Lopes

Francisco das Chagas M. Alves, um soldador de 25 anos, que nos relata que não tem nenhuma passagem pela polícia, acusa dois policiais militares de terem o torturado. Ele disse não conseguir identificar os policiais.

Inicialmente, segundo a suposta vítima, seu irmão, Antônio Marcos M. Alves, estava sendo procurado pelos policiais devido uma confusão com a esposa, ‘luciana’, mas os PM’s o pegaram para dar o paradeiro do irmão procurado.
Como forma de fazer Francisco das Chagas falar onde irmão estava, ele teria sofrido tortura. “Eles seguraram o meu cabelo, me deram tapas, cotoveladas, joelhadas na barriga e jogaram spray de pimenta nos meus olhos e ainda ameaçaram de levar a minha moto se eu não desse conta do meu irmão”, nos relatou.
Segundo Francisco das Chagas, as torturas teriam acontecido no bairro Floresta, próximo à sua casa e em uma mata, onde conseguiu arranhões no braço ocasionados por espinhos. Ainda segundo a suposta vítima, sua filha, uma criança de 8 anos, portadora de síndrome do pânico, teria presenciado parte das agressões.Francisco das Chagas M. Alves procurou o presidente da Sub Secção da OAB – Piripiri, George Magno, que tomou conhecimento do caso e informou à nossa reportagem que os fatos serão apurados e as providências tomadas.
 
Fonte e foto: Repórter Moisés Lopes
 
Post: Sebastião Silva Neto
 

PRF: Operação Semana Santa alerta para cuidados na chuva

Foto: Aline Carvalho/Cidadeverde.com

Cinquenta policiais estarão nas BRs. Também serão utilizados nove etilômentros e 40 viaturas.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) deflagrou a zero hora desta quarta-feira (20) a operação semana santa “Uma luz para vida”. A PRF, que geralmente utiliza 35 policiais para realizar o trabalho de fiscalização nas sete rodovias do estado, vai aumentar cerca de 50% do efetivo. 50 policiais vão participar da operação, também serão utilizados nove etilômentros e 40 viaturas. 

Neste ano os policiais vão distribuir panfletos com informações sobre as leis de trânsito para os motoristas. A principal orientação é referente aos cuidados que devem ser tomados nas estradas durante este período chuvoso.

“Com as chuvas a visibilidade ficar menor, por isso pedimos que todos os condutores de carro, motos ou veículos de grande porte dirijam com os faróis acesos em qualquer hora do dia, pela manhã, à tarde e, é claro, à noite. A chuva pode fazer com que o motorista não veja e não seja visto. Os faróis acesos fazem com que todos que estejam transitando vejam e sejam vistos”, informou o Inspetor da PRF Raimundo Romero.

Nos panfletos a PRF também alerta sobre os perigos do excesso de velocidade, sobre a importância do não consumo de bebidas alcoólicas nas estradas e fala da necessidade do uso do cinto de segurança por todos os passageiros, inclusive dos que viajam no banco traseiro.
 
Com base nas operações anteriores a PRF estima que 50 mil veículos trafeguem nas BR´s do estado durante o feriado.  A operação semana santa “Uma luz para vida” termina no próximo domingo (24) às 24horas.

Último acidente
O inspetor Raimundo Rameiro da PRF, ao falar dos cuidados que os motoristas devem tomar durante o período chuvoso, fez referência ao acidente que aconteceu nesta terça-feira (19) onde houve a colisão de três veículos, com a batida sete pessoas morreram e seis ficaram feridas.
 
“Naquele acidente onde morreram sete pessoas que estavam na Kombi que voltava para Piracuruca a chuva foi o grande fator que motivou o acidente, além da falta de visibilidade os pneus dos carros também perdem a aderência e isso dificulta o controle dos veículos. Acredito que isto tenha ocorrido naquele acidente” disse o inspetor.

Fonte: Cidadeverde.comAline Carvalho – redacao@cidadeverde.com
Editor: Sebastião Silva Neto

Tragédia em Campo Maior mata 7 pessoas e deixa vários feridos

Acidente na Curva da Raposa, BR-343, envolveu três veículos. Mortos viajavam em Kombi do município de Piracuruca.

Sete pessoas morreram em acidente na noite desta terça-feira (19) na BR-343, no trecho conhecido como Curva da Raposa, entre Altos e Campo Maior. Todas as vítimas estavam em uma Kombi com marca da Prefeitura de Piracuruca, Norte do Estado. Entre os mortos estavam quatro mulheres, dois idosos e uma criança.
 

Foto: Portal de Campo Maior - PI

 

A Polícia Rodoviária Federal foi acionada em Teresina e Campo Maior – quase todo o efetivo dos postos foi deslocado. Os inspetores contam com o reforço de policiais militares, agented a Polícia Civil de Altos, ambulâncias do Samu e do Corpo de Bombeiros da capital, que foi ao local para retirar vítimas presas entre as ferragens. O acidente aconteceu por volta de 19h40. Chovia muito no local.
Informações preliminares dão conta de que um Idea teria batido na traseira de uma Frontier, que ficou sem controle com a pista molhada e colidiu frontalmente com a Kombi que transportava 10 pessoas. Entre os mortos estava o motorista do veículo, que tinha também era identificado com a frase “Transporte de Assistência Social”.
O motorista da Frontier foi levado para o Hospital Regional de Campo Maior. Já os do Idea foram socorridos e trazidos para Teresina. 
O tenente Romeu Vasconcelos, da PRF, informou para a TV Cidade Verde que a pista molhada nas imediações do quilômetro 70 da rodovia pode ter provocado a tragédia. Nenhuma dos mortos foi identificado até o momento. 
 
No Hospital Regional de Campo Maior foram internadas duas passageiras da Kombi, identificadas como Maria da Conceição, 65 anos, e Simone, 32 anos. As duas tinham suspeita de fratura no crânio. Uma dela quebrou o fêmur e os dois braços. Ambas foram trazidas para Teresina em ambulância do Corpo de Bombeiros.
Os ocupantes da Frontier também foram atendidos em Campo Maior. O motorista José Barbosa, 48 anos, a esposa Rita Helena da Silva, 40 anos, e o filho de 4 anos do casal. Rita foi internada com suspeita de fratura no crânio e também trazida para Teresina pelos bombeiros. Pai e garoto sofreram pequenos cortes na cabeça e escoriações pelo corpo, foram atendidos e medicados em seguida.
No hospital, o exame de bafômetro do motorista da Frontier não constatou embriaguez. 
 
Em deslocamento para a capital, Eduardo Lima, secretário de Saúde de Piracuruca, informou ao Cidadeverde.com que os três pacientes da Kombi foram transferidos em estado grave para o Hospital de Urgência de Teresina. Segundo o gestor, a doutora Liége Cavalcante, candidata derrotada nas eleições municipais de Campo Maior, foi a médica que prestou os primeiros socorros aos feridos que chegaram na cidade. 
O secretário acompanhará o reconhecimento dos corpos no Instituto Médico Legal de Teresina. Há a suspeita de que uma pessoa na Kombi não seja de Piracuruca e tenha pego carona no veículo. Ela não foi reconhecida de imediato no local. 
As pessoas transportadas pela Kombi da prefeitura vieram a Teresina para exames de oncologia e no hospital de doenças tropicais Natan Portela, além de outras consultas médicas. 
 
Fonte : Cidadeverde.com /Aline Carvalho (flash do local do acidente)
Fábio Lima (da Redação)

Concursados entram na justiça contra Paulo Martins

Prefeito Paulo Martins começa a ser apertado. Se não resolve na conversa, a justiça começa a ser acionada. Agora são os concursados não chamados.

Os candidatos aprovados no concurso unificado, realizado em junho do ano passado, pela Associação Piauiense de Municípios (APPM) entram na justiça contra o prefeito de Campo Maior, Paulo Martins (PT). O município de Campo Maior ofereceu vagas para Fiscais de Tributos, Fiscal de Postura e Guardas municipais de trânsito.

O concurso foi homologado e publicado no Diário Oficial (ABAIXO) em novembro do ano passado, mas o prefeito João Félix foi afastado do cargo e os aprovados não chegaram o tomar posse. Segundo os aprovados, logo depois do afastamento de João Félix, eles procuraram o prefeito interino Edivaldo Lima e depois Luis Lima. Os dois prometeram chamá-los, mas ficou só na promessa.

Agora com o prefeito Paulo Martins, os concursados nem foram recebidos. “Toda vez que agente tentar marca reunião com o prefeito Paulo Martins, sua secretária nos recebe mal e diz que ele viajou. Será que seja coincidência que toda vez que agente procura a prefeitura, o prefeito esteja viajando” questiona os concursados.

Segundo eles, a versão dada pela prefeitura é que não tem dinheiro para chamar os aprovados. “O prefeito acabou de criar três secretarias e vai contratar centenas de pessoas, além do mais o concurso estava previsto na LDO” dizem.

Enquanto fiscais não são chamados, trânsito de Campo Maior está assim…

Eles informaram ainda que durante as reuniões com os prefeitos interinos, uma com a presença de Edivaldo Lima, Luis Lima e vereador Fernando Miranda, foi afirmando que existia um milhão em conta para o trânsito.

Eles já conversaram também com o ex-gerente de trânsito Diego Chaves e com o atual Reginaldo. Reginaldo teria dito que já enviou o projeto para o funcionamento da fiscalização do trânsito e a chamada dos guardas.

Com relação aos fiscais de tributos e postura, uma denuncia que agrava ainda mais a situação do prefeito. Os concursados garantem que o prefeito contratou pessoas para as funções. “Não tem dinheiro para pagar os concursados, mas tem para pagar contratados?” questionam.

REUNIÃO COM PROMOTOR
Nesta segunda feira os concursados se reuniram com o promotor Claudio Bastos. O promotor já deu um ultimato para o prefeito em outra reunião e este teria pedido 25 dias. “Depois disso o prefeito nem recebe mais agente”

VEREADORES SE RECUSAM A AJUDAR
Os concursados também tentaram uma audiência publica com o prefeito, através da câmara de vereadores. Segundo eles, enviaram um oficio fazendo o pedido, mas os vereadores da base do prefeito negaram o pedido. Só teve três que foi a favor: Sena Rosa, Bibi, e Paiva.

JÁ TEM ABAIXO ASSINADO E AMEAÇA
Os fiscais de trânsito conseguiram mais de 500 assinatura em abaixo assinado pedido que o prefeito Paulo Martins chama os concursados e organiza o transito de Campo maior. Quando estavam colhendo as assinaturas, os concursados teriam sido ameaçados por um homem de moto. O homem teria abordados os fiscais concursados, em frente ao Comercial Carvalho e dito que era melhor eles não continuar colhendo as assinaturas. O fato aconteceu no dia 11 de abril e foi registrado no 1º Distrito Policial de Campo Maior.

Fonte: Texto e foto: Campomaioremfoco.com.br

Morre filha mais velha do cantor Roberto Carlos, Ana Paula de 47 anos

Ana Paula Braga, filha da primeira mulher do cantor, sofreu uma parada cardíaca.

Morreu neste sábado (16), em São Paulo, Ana Paula Rossi Braga, de 47 anos, enteada do cantor Roberto Carlos. Ele a considerava sua filha mais velha. Segundo as primeiras informações, ela passou mal durante a noite. Enquanto o marido chamava socorro, Ana Paula morreu.

Ana Paula Paula foi vítima de parada cardíaca. Ela era casada com o guitarrista Paulo Coelho Soares, que toca na banda de Roberto Carlos.

O corpo chegou por volta das 14h45 ao velório do Hospital Israelita Albert Einstein, na Zona Sul de São Paulo. O cantor Roberto Carlos acompanha o velório desde as 15h20.

Cerca de 80 pessoas próximas à família foram ao velório. A cantora Martinha, amiga de Roberto Carlos, lamentou a morte: “Conhecia a Ana Paula desde os 2 anos de idade. Nós ficamos pesarosos pela dor do Roberto”, afirmou.

O apresentador de TV Otávio Mesquita foi lacônico: “Vim dar um abraço no Roberto”, afirmou. Padre Antonio Maria foi prestar solidariedade a Roberto Carlos.

Roberto Carlos completará 70 anos na próxima terça-feira (19). O show marcado para o mesmo dia no Ginásio Alvares Cabral, em Vitória, no Espírito Santo, foi cancelado.

Ana Paula é filha de Cleonice (Nice) Rossi, primeira mulher de Roberto Carlos. Ele cuidava dela desde os 3 anos e a considerava sua filha. A perda de Ana Paula ocorre quase um ano após a morte de sua mãe, Lady Laura, em 17 de abril do ano passado.

Ana Paula morreu na madrugada deste sábado em seu apartamento, no bairro de Moema, na Zona Sul de São Paulo. Segundo informações da família, ela passou mal durante a noite. Enquanto o marido, o músico Paulinho Coelho, chamava socorro, Ana Paula morreu. De acordo com o Jornal Hoje, dois médicos de confiança da família também foram chamados, mas não chegaram a tempo ao apartamento.

Roberto Carlos estava em São Paulo nesta manhã e foi ao apartamento da filha. O corpo foi levado por volta das 11h ao Instituto Médico-Legal (IML), onde foram feitos exames para determinar a causa da morte. O enterro deve ser realizado no Cemitério do Araçá, na Zona Oeste da capital paulista.
Fonte: G1

Post: Sebastião Silva Neto